Coordenador da Fenajud participa de conferência interamericana – Iamrecon

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Ednaldo Martins está nas atividades que acontece em Buenos Aires, na Argentina. Evento vai até o dia 28 de junho. O ponto alto das ações é a 12ª Conferência Regional Interamericana (IAMRECON).

O coordenador de Política Sindical e Relações Internacionais da Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados), Ednaldo Martins, está em Buenos Aires, na Argentina, participando de atividades direcionadas ao Jovens Dirigentes do Comitê de Jovens da Internacional de Serviços Públicos (ISP) do Brasil. As atividades tiveram início no dia 21 de junho e seguem até a próxima sexta (28). As discussões vão debater as situações conflitantes que envolvem os trabalhadores públicos da América do Norte, Central, do Sul, e do Caribe (que conta com 140 organizações sindicais oriundas de 35 países, representando um total de 3,3 milhões de trabalhadores afiliados).

O ponto alto das ações é a 12ª Conferência Regional Interamericana (IAMRECON), que acontece de 24 a 28 de junho, organizada pelo Escritório Regional da ISP Interamérica, com o apoio de todos os escritórios da região. O evento reúne 435 participantes, destes, pelo menos 48% do público é formado por mulheres e 21% por jovens. A solenidade ocorre no Palácio das Águas.

Ednaldo disse que a importância da Fenajud participar do evento se dá pelo fato de “Os trabalhadores do serviço público do continente americano – em especial os da América Latina – sofrerem os nefastos efeitos das medidas econômicas neoliberais em curso nos países, que destroem os direitos, precarizam as relações de trabalho, privatizam os serviços públicos e restringem e persegue a representação dos trabalhadores. Diante disso, é necessária que a organização e luta dos trabalhadores públicos ocorra em todas as esferas, do plano local ao internacional. Logo, a Fenajud, legítima representante dos trabalhadores do judiciário, ante a onda de retrocessos em curso no Brasil e também no cotidiano do judiciário brasileiro, se soma ao conjunto dos trabalhadores latino-americano nesta luta.”

A Secretária Geral da ISP, Rosa Pavanelli, destacou que “estamos num momento em que é preciso fortalecer a região, numa perspectiva que seja de defesa dos Serviços Públicos de Qualidade e onde seja garantido um trabalho decente e digno. Precisamos da capacidade de coordenar nossas ações “, disse a mais alta autoridade do sindicato internacional, agradecendo às organizações laborais da região pela sua contribuição no debate sobre a Convenção sobre Violência e Assédio no Local de Trabalho, aprovada na Organização INternaiconal do Trabalho (OIT). Segundo ela, “não foi fácil superar a pressão do governo”.

Plano de Ação

A atividade realizada na Argentina terá o objetivo de elaborar um Plano de Ação para atuação do movimento sindical do setor, tendo como horizonte também as deliberações do último Congresso Mundial da ISP, que construiu a plataforma “O Povo acima dos lucros”.

Comments

comments

Compartilhar