Coordenador articula apoio no Congresso Nacional contra a Reforma da Previdência

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O coordenador de Assuntos Parlamentares da Federação Nacional dos Servidores do Judiciário nos Estados (Fenajud), Fabiano Reis, esteve durante toda semana em Brasília (DF) para dar continuidade ao trabalho de articulação no Congresso Nacional. O intuito do dirigente era mobilizar o maior número de parlamentares sobre a Reforma da Previdência, PEC 06/2019, e outros projetos de interesses dos servidores. 

Na terça Fabiano realizou um trabalho nos bastidores, com visitas a gabinetes e diálogo intenso com diferentes parlamentares. Na quarta (18) Fabiano se reuniu com o senador Paulo Paim (PT). O coordenador acompanhou a comissão que debate a reforma no Senado Federal. Na atividade, diversos setores conversaram sobre a Reforma da Previdência, o andamento da PEC 555/2006 — que visa acabar com a cobrança de contribuição previdenciária sobre os proventos dos servidores públicos aposentados — e a PEC paralela da reforma da Previdência (PEC 133/2019). 

“A reunião foi muito produtiva, também pedi apoio ao senador na  questão da aposentadoria especial dos Oficiais de Justiça, que visa  incluir a classe no rol das categorias com direito à aposentadoria especial por atividade de risco”, comentou Fabiano.

O senador também destacou seu apoio às causas dos trabalhadores. “A reunião foi importante para tratarmos de estratégias para derrotar no Senado essa PEC que acaba com a previdência dos trabalhadores. Estaremos aqui sempre na luta para defender todos os direitos que conquistamos com muita luta”, ressaltou o coordenador Fabiano. 

PEC paralela – A PEC paralela da reforma da Previdência (PEC 133/2019) passou, nesta quarta-feira (18), pela quinta e última sessão de discussão em primeiro turno no Plenário do Senado. Assim como o texto principal (PEC 6/2019), a PEC paralela seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a análise das emendas, que já somam 168. 

Comments

comments

Compartilhar