Fenajud convoca mulheres do judiciário para Marcha das Margaridas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Mobilização deste ano, excepcionalmente, também vai reunir trabalhadoras do judiciário em Brasília nos dias 13 e 14 de agosto. Mulheres, que atuam em diferentes categorias, irão denunciar os retrocessos do último período e lutar pela aposentadoria digna e pública para todas e todos. São esperadas aproximadamente 100 mil mulheres.

Sob o lema “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência”, milhares de mulheres prometem ocupar Brasília (DF) nos dias 13 e 14 de agosto. Diante da atual conjuntura, dos retrocessos impostos pelos governos federal e estadual e da ameaça à aposentadoria, a Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados), excepcionalmente, convoca as margaridas do judiciário para o ato. A mobilização acontece em Brasília e para a edição deste ano, são esperadas aproximadamente 100 mil mulheres.

O objetivo da Fenajud, com a participação das servidoras do judiciário no evento, é reunir o maior número de mulheres da base e dirigentes sindicais possível, para somar forças contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, a “reforma” da Previdência, um dos principais temas levantados durante a marcha. O evento contará ainda com 10 eixos de diálogo, como: soberania alimentar e energética; Trabalho; Justiça; Renda e autonomia econômica. Haverá ainda rodas de conversas sobre a luta pela conservação da sócio-biodiversidade e o combate à violência contra a mulher.

A marcha reúne, a cada quatro anos, trabalhadoras rurais de todo o país nas ruas da capital federal para denunciar retrocessos e reivindicar direitos.

Financiamento coletivo

Pela primeira vez o evento contará com financiamento coletivo para “captar recursos complementares”. A campanha está na plataforma benfeitoria.com/marchadasmargaridas. A cada R$ 20, apoiadores podem ter contrapartidas.

 

PROGRAMAÇÃO

Dia 13/08 –  (PAVILHÃO DO PARQUE DA CIDADE)

 

9h – Concentração na sede da Fenajud

10h – Debate sobre mulheres no campo, floresta e águas;
– Reforma da previdência;
– Violência contra mulher;
– Papel da mulher no judiciário (roda de conversa);
– Oficina de batucada (preparar instrumentos com latas para utilização das mulheres na Marcha do dia 14/08);

17:30h – Abertura oficial às no Pavilhão do Parque da Cidade com apresentações culturais

 

Dia 14/08 (PAVILHÃO DO PARQUE DA CIDADE)

7h – Início do ato, com saída do Pavilhão do Parque da Cidade em direção a Esplanada dos Ministérios
11h – Encerramento no Congresso Nacional.

Comments

comments

Compartilhar