Fenajud repudia fala machista de desembargador direcionada a magistradas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) vem, por meio desta nota, manifestar seu total repúdio a mais um ato de machismo no âmbito do judiciário. Desta vez, o ato irresponsável foi praticado pelo desembargador Jaime Machado Junior, que atua em Santa Catarina. A fala, que não será reproduzida neste texto em respeito a todas as mulheres, retrata o machismo e a misoginia que são obrigadas a conviver diariamente na sociedade.

 

No vídeo, gravado ao lado de um cantor conhecido, o juiz externa um posicionamento extremamente agressivo ao objetificar a mulher. O ato ofende de forma grave os direitos humanos, em um país que ainda convive com registros anuais de mais de 60 mil casos de estupros e mais de 221 mil crimes enquadrados na Lei Maria da Penha por ano.

 

A fala do magistrado é claramente uma postura machista e misógina, que tenta desqualificar a figura da mulher, pelo simples fato de ser mulher. Dessa forma, a Fenajud, que atua em todo território nacional, orienta as mulheres, sejam elas de qualquer esfera da sociedade, a denunciar às autoridades competentes esse tipo de comportamento.

 

Não aceitaremos qualquer tipo de assédio, machismo ou misoginia. Seguiremos na luta por dias melhores. Por todas! Pedimos respeito!

 

Comments

comments

Compartilhar