Fenajud entrega Plataforma da Classe Trabalhadora para presidenciáveis

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Cartilha foi protocolizada pelos coordenadores da Federação nos escritórios do Partido dos Trabalhadores (PT) e no Partido Social Liberal (PSL), em Brasília (DF). Federação cobrou posicionamento dos postulantes quanto ao material. 

Estamos a um passo do segundo turno das eleições presidenciáveis de 2018. Com isso, haverá mudança no comando do Governo Federal a partir do próximo ano e a Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) realizando seu papel institucional e preocupada com a categoria, protocolizou a entrega da Plataforma da Classe Trabalhadora (Fenajud-Plataforma) na sede dos partidos dos presidenciáveis, em Brasília (DF). O documento foi entregue nesta quarta-feira (17) pelo coordenador geral Janivaldo Ribeiro Nunes e pelo coordenador de Assuntos Jurídicos da Fenajud, Wagner Ferreira, na sede do Partido dos Trabalhadores (PT) e na sede do Partido Social Liberal (PSL).

Na ocasião os dirigentes foram recebidos no Partido dos Trabalhadores por Romênio Pereira, Secretário Geral Nacional do Partido e por Ricardo Berzoini, membro da Comissão Nacional. No PSL, os diretores da Fenajud foram recebidos pela secretaria geral. No ato de registro do ofício, os dirigentes da Federação informaram que irão aguardar um posicionamento dos postulantes quanto ao conteúdo do material.

No conteúdo, que deverá chegar às mãos de Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, a Federação chama atenção para as principais pautas por segmento. O material reúne um conjunto amplo de propostas, e é uma referência para posicionamentos, negociação, mobilização e acompanhamento das políticas a serem implementadas em dois níveis de governo: estadual e federal.

Nesse momento de aprofundamento da retirada de direitos, a coordenação coletiva reforça a necessidade da Fenajud assumir o protagonismo na proposição de temas relevantes, em especial ao que se refere à garantia das conquistas trabalhistas e sociais, reafirmando-se como o principal instrumento de luta da categoria no país.

 

Comments

comments

Compartilhar

Deixe uma resposta