Sindijus-PR: entidades lançam manifesto acerca da data-base 2018

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
  • Nesta manhã (28), na sede do Sindijus-PR, as entidades representativas dos servidores púbicos estiveram reunidas para elaborar um manifesto contra a proposta da governadora Cida Borghetti do pagamento da data-base de 1%. Veja abaixo o documento:
    “Nós, representantes das entidades abaixo subscritoras, vimos a público manifestar nossa posição com relação à iniciativa da Governadora do Estado, Maria Aparecida Borghetti, ao enviar projeto de lei à Assembleia Legislativa do Paraná que propõe reposição de apenas 1% (um por cento) para os salários dos servidores públicos estaduais do Poder Executivo, e solicitação para que os demais poderes (Judiciário e Legislativo) e também Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas acompanhem o mesmo índice.
     
    Enfatizamos que não aceitaremos nada menos do que uma reposição salarial de 2,76% (dois e setenta e seis por cento), índice que corresponde à inflação de um ano (maio/2017 a abril/ 2018), e discordamos da afirmação do governo do Estado de que o referido índice “colocaria em risco o respeito ao teto de gastos exigido pelo governo federal.
     
    Os números disponíveis no portal da transparência da SEFA (Secretaria da Fazenda do Estado) demonstram que existem recursos para garantir esse direito previsto em lei aos servidores, não havendo justificativa plausível para a não concessão do índice.
     

    Nossa ação seguirá sendo coordenada e pautada pela defesa do Serviço Público e dos direitos dos servidores de todo o Estado e de todos os poderes. Igualdade de tratamento; nenhum direito a menos!”

    Assinam este manifesto:
    Assinam este manifesto:
    SINDIJUS-PR
    APP – SINDICATO
    ANACOMP
    ASSEMPPR
    FENAJUD
    FENASTC
    PUBLICA CENTRAL SINDICAL DO SERVIDOR – Seção Paraná
    SINDICONTASPR
    SINDARSPEN
    SINDILEGIS
    ASSEDEPAR

Comments

comments

Compartilhar

Deixe uma resposta